PARA RECEBER O AMOR…

“… eu tô com uma vontade danada de te entregar todos os beijos que eu não te dei, eu tô com uma saudade apertada de ir dormir bem ‘cansada’ e de acordar do teu lado pra te dizer: que eu te amo, que eu te amo demais”

R u b e l – Q u a n d o B a t e A q u e l a  S a u d a d e

ORNAMENTO

Hoje eu acordei cedo. É que a insônia tem me feito companhia desde a sexta-feira passada (05 – fev), quando o Ramon, meu namorado, viajou para a baixada santista em uma pequena tour da sua banda (Outono Em Chamas – metal alternativo & underground). Nesses três longos dias sem ele, o coração ficou apertado & a ansiedade ficou a mil para que hoje, segunda-feira, o dia do seu regresso, chegasse logo!

Como ele vai vir aqui para a minha casa e vamos passar o restinho do feriado juntos, a manhã foi de faxina no meu quarto.

Processed with VSCO with p5 preset

É impressionante como estamos inseridos na vida um do outro há tanto tempo & mesmo assim cada dia é como se fosse o primeiro, não sentimos o peso de longos 10 anos, como a maioria das pessoas parecem sentir quando falamos sobre a quanto tempo estamos juntos. E com esses três dias longe, percebi o quanto tudo é chato sem ele. O quanto não me vejo mais sem ter um cara barbudo que sorri com seus olhos verdes, metódico & piadista nato rs ao meu lado.

Não preciso nem dizer que tô contando até os segundos para a chegada dele, né?

“Mas se você vier, prepara a cama e o colchão, a roupa limpa e o lençol, que dá uma vontade de ficar”

R u b e l – P e a r l

ORNAMENTO

E aí, já encontrou aquela pessoa que você, simplesmente, não se vê mais vivendo sem? 

Anúncios

2 filmes musicais para se inspirar & acreditar nos sonhos!

Assim como muitos de vocês, eu simplesmente amo filmes! Principalmente aqueles que nos fazem suspirar e pensar que tudo o que nós sonhamos é possível, basta acreditar e trabalhar duro.

IMAGEMDESTAQUE

Semana passada estava mudando os canais da TV à procura de algo interessante para assistir, e caí em um canal em que estava começando um filme desses. Logo me lembrei de um outro filme parecido (um dos meus preferidos, diga-se de passagem) e pensei: TENHO que compartilhá-los no blog! Então, se gosta de filmes musicais que nos ajudam a perceber que sim, largar tudo e ir ao encontro dos nossos sonhos vale muito a pena, tenho 2 indicações para você:

ONCE – APENAS UMA VEZ (2008)

FOTO1

Um músico irlandês (Glen Hansard), abatido por um relacionamento frustrado, conhece uma jovem (Marketa Irglova) imigrante, mãe & vendedora de flores. Sozinho e carente, logo se interessa pela moça, e ao tentar investir nessa relação descobre que ela também é pianista, o que os envolve não de maneira afetiva, como ele gostaria, porém de uma maneira lindamente musical. O resultado disso, não poderia ser diferente: belas canções, em meio a um drama nada convencional & uma atmosfera inspiradora.

OFFICIAL SOUNDTRACK

CURIOSIDADE: Os atores do filme são realmente músicos. Glen Hansard é vocalista da banda The Frames e inclusive, é compositor e intérprete da primeira canção que os personagens tocam – Falling Slowly – & Marketa Irglova é uma compositora e pianista tcheca.

BEGIN AGAIN – MESMO SE NADA DER CERTO (2014)

FOTO2

Uma jovem musicista (interpretada pela atriz Keira Knigthley) se muda para Nova York junto de seu namorado, um músico que já está com um contrato fechado & uma carreira de sucesso traçada. Porém, é exatamente esse sucesso, o grande vilão desse drama. Decepcionada, a jovem a ponto de desistir de seus sonhos e voltar para sua cidade, encontra ao acaso um produtor musical muito talentoso (Mark Ruffalo), entretanto, passando por uma grave crise em sua carreira. Encantado com a moça & sua canção, a convida para gravar algumas músicas e o restante da trama, deixo para vocês se deliciarem!

OFFICIAL SOUNDTRACK

CURIOSIDADE: O tal namorado da jovem musicista, que se perde pela fama, é nada mais nada menos que ADAM LEVINE, vocalista da banda Maroon 5!

Para minha grande surpresa, os dois filmes, Once – que já era meu queridinho & Begin Again – que acabou de entrar para minha lista de favoritos, foram dirigidos por John Carney, ex-baixista da banda The Frames. Outro ponto em que ambos os filmes se entrelaçam é o fato de que, Glen Hansard também compôs as canções do filme Begin Again.

GOSTA DE FILMES MUSICAIS QUE ENVOLVEM DRAMA?

ME CONTA QUAIS ESTÃO NA SUA LISTA DE FAVORITOS!

{Nossa Casa} Terreno & estrutura

No post {Nossa Casa} Referências & inspirações, dei uma pequena introdução ao assunto e agora com a TAG: NOSSA CASA (na categoria Decoração) vou escrever semanalmente, provavelmente toda segunda-feira, uma espécie de diário de obra, sobre o desafio empolgante de se construir uma casa do zero!

Etsy-com
fonte: Etsy.com

Inicialmente, como já falei em outras ocasiões, meu namorado e eu tínhamos comprado uma casa ‘pronta’ em um condomínio fechado. Logo, como o projeto da casa era padrão, não iríamos poder alterar nada na estrutura da construção e isso me deixava um pouco frustrada para falar a verdade, pois sempre quis uma cozinha toda aberta e integrada a sala, estilo cozinha americana. Como a compra desse imóvel não se concretizou, outra oportunidade bateu a nossa porta: um terreno, por um preço muito bom, no bairro em que meu namorado nasceu, cresceu e mora até hoje. Com tudo isso, aquele desejo de ter uma casa exatamente do nosso jeitinho voltou à tona.

TIPO DO TERRENO & PLANOS PARA A CONSTRUÇÃO

ILUSTRA TERRENO TAG NOSSA CASA

Como nosso terreno é desnivelado, nossos planos são de construir 2 andares: o primeiro no nível da rua e o segundo no nível abaixo da rua. Particularmente, gostamos muito desse tipo de casa (a própria casa do Ramon – meu namorado – é assim). A grande vantagem de terrenos assim, principalmente para quem quer uma casa grande, é que podemos construir uma casa com até 3 andares sendo nível da rua, nível acima e nível abaixo. Nós, particularmente, nunca sonhamos com uma casa enorrrme assim, e nem temos dinheiro para construir tudo isso (hahaha!). Mas fica aí a dica, pois geralmente terrenos em declive costumam ter um preço bom, logo, penso que compensa em questão custo-benefício.

No primeiro andar (nível da rua) queremos que seja a garagem (óbvio hahaha), a sala de estar/TV com a minha tão sonhada parede de tijolinhos, integrada a cozinha que será dividida somente por uma bancada, e após a cozinha uma varanda fechada com janelas de vidro que fará o papel da sala de jantar (inspirada no apê Dele e Dela). Pretendemos também colocar um lavabo nesse primeiro andar. Tudo isso em um conceito bem aberto, integrado e aconchegante.

 

modelo-de-cozinha-americana-barata
fonte: http://www.cozinhaplanejada.net

No segundo andar (nível abaixo da rua) pretendemos construir dois quartos, um banheiro e um pequeno home estúdio de música. E claro, quintal/área de lazer/lavanderia. Confesso que ainda não pensamos muiiito sobre como queremos que seja exatamente o segundo andar, mas quero uma pequena horta, uma ou duas pequenas árvores frutíferas no quintal e uma churrasqueira daquelas integradas a um fogão à lenha, com certeza!

expoflora-07
fonte: http://www.karlacunha.com.br

 

O primeiro passo já demos, a compra do terreno…, mas agora muitos outros passos (E GASTOS!) virão. Como somente o Ramon está trabalhando no momento e nós queremos que a casa fique pronta ainda esse ano, iremos recorrer ao financiamento bancário para cobrir os gastos da obra e para a construção, pretendemos contratar uma construtora. Estamos otimistas!

E você, já teve alguma experiência em relação a construção?

Compartilhe conosco suas experiências & dicas também!

Sacrifícios & positividade nos levam além

Não nasci no tal berço de ouro. Minha família tem modos simples e tudo o que temos hoje, materialmente falando, foi conquistado com muito suor e trabalho do meu pai. Nunca nos faltou nada, mas também nunca sobrou o bastante para esbanjar. Graças a Deus! A mesma história pode ser repetida, em detalhes semelhantes, sobre a família do Ramon.

Nossos pais nos ensinaram a sempre conquistar aos poucos e de maneira honesta, com o nosso trabalho, tudo o que sonhamos. Ainda me lembro das idas e vindas na garupa da bicicleta do Ramon, da minha casa até a casa dele, que ficam em bairros distantes, apesar de tudo aqui – como toda cidade interiorana – ser relativamente perto. Depois de alguns anos ele começou a dirigir, o carro do pai. Após mais alguns anos, conquistou seu primeiro carro – um Astra nomeado por ele mesmo de Smoke, pois no começo soltava muita fumaça por onde passávamos (hahaha!). Fizemos nossa primeira viagem sozinhos para o litoral com ele. O segundo carro: um Fox, completo & confortável. Mas, mal sabíamos que esse seria nosso atual objeto de sacrifício. Foi difícil, mas sem ele não teríamos comprado nosso terreno. E estamos agora a pé novamente, ou melhor dizendo em duas rodas novamente. Compramos duas bicicletas e não é que estamos gostando da ideia?

12507306_1008566912536533_595499284167014959_n

SACRIFÍCIOS PODEM NOS LEVAR MUITO MAIS ALÉM

As vezes nos agarramos tão fortemente em algo, com o pensamento tão fixo de que aquilo será para sempre nosso, para sempre daquele jeitinho, que não nos permitimos deixá-los para trás, nem que isso signifique conquistar outras coisas. Coisas maiores até. Mas, já cantava Chorão que “cada escolha, uma renúncia… isso é a vida”. Renúncias, sacrifícios e até mesmo desistências podem ser (e são) extremamente necessárias em certas ocasiões de nossas vidas e não podemos enxergá-las como retrocesso. Tudo vale a pena se for feito por um bom propósito!

ENCARANDO A VIDA COM MAIS POSITIVIDADE

A grande sacada é que, ao invés de ficarmos lamentando e pensando “E agora, José?”, levantamos a cabeça, fizemos uma escolha, um sacrifício sim, porém, cientes de que será por um bem e um propósito muito maiores. Encaramos com total positividade essa situação.

OS RESULTADOS COM CERTEZA VIRÃO

Podemos afirmar que os resultados já estão surtindo seus efeitos. Com a decisão de vender nosso carro, adquirimos não só um pedaço de terra, um futuro, mas também um estilo de vida um pouco menos sedentário, uma certa economia em gastos como IPVA, manutenção de carro e principalmente combustível & um planeta um pouquinho menos poluído.